Páscoa: Renascer de uma nova vida

739
0

 

Há 2017 anos atrás, veio ao mundo um homem que tinha o mais belo dos propósitos de vida, trazer a salvação para humanidade, mas que foi tão mal compreendido e teve sua vida ceifada de modo tão perverso ao ser flagelado e crucificado sem nenhum motivo que justificasse tamanha covardia humana.

Condenaram este homem e crucificaram-no ignorando todos os seus propósitos de um mundo melhor. Houve dor, angústia e escuridão. Por três dias o sol se recusou a brilhar, a lua se negou a iluminar a Terra, até que o terceiro dia a vida acontecia.

Para nossa alegria, Cristo venceu a morte e ressuscitou! Sabemos que se isso não tivesse ocorrido, não teria sentido a nossa fé cristã. Cristo é o Caminho para chegarmos ao Pai, a Verdade que todos nós cristãos buscamos e a Vida que todos nós desejamos verdadeiramente alcançar. Caro irmão se esse não for o seu objetivo, pare e reflita, pois, algo está errado!

Cristo ressuscitou por nós, para permitir que assim os projetos do Pai também possam ser realizados em nossas vidas. Por meio da ressurreição de Jesus, temos a certeza que também nós um dia ressuscitaremos com Ele.

Mas, apesar disso o nosso corpo ainda é fraco, corruptível e com forte tendência ao pecado, porém a partir do momento que Cristo habita em nós o Seu espírito fortalece-nos e vai nos permitindo experimentar a Ressurreição e a Vida, tornando-nos fortes e corajosos pela força de Jesus.

Morre em nós o velho homem, a velha mulher para em Cristo, por Cristo e para Cristo renascer um novo homem e uma nova mulher. E quando isso ocorre, todos ao nosso redor percebem nossa mudança, pois começamos a refletir para o próximo a face do Cristo ressuscitado. Todos observam em nossos rostos, nossos olhos, a alegria verdadeira, o entusiasmo, o otimismo de um verdadeiro cristão.

Ainda que estejamos passando pelo vale das lágrimas (seja por causa de problemas, doenças, morte de entes queridos, dificuldades, etc), veremos pessoas cheias de ressurreição e vida. Somos chamados a ser canais de transmissão de vida para todos os que vivem como “zumbis” ao nosso redor.

Para alcançarmos a vida eterna, necessitamos permanecer em comunhão com o Senhor, comungar o seu Corpo e Sangue, pois “aquele que come a minha carne e bebe o meu sangue tem a vida eterna, e eu o ressuscitarei no último dia” (Jo 6,54). E digo aqui comungar no sentido mais profundo, entrar e permanecer em comunhão íntima com o Senhor.

Cristo ressuscitou, aleluia! Alegremo-nos no Senhor ressuscitado que nos deu vida nova e a eternidade!!! Ressuscitemos também em nós novos sorrisos, a alegria de viver, o amor, a amizade, a vontade de ser feliz, os sonhos. Cristo morreu, mas ressuscitou. E fez isso somente para nos ensinar a matar os nossos piores defeitos e ressuscitar as maiores virtudes sepultadas no íntimo de nossos corações.

Por Sarah Cebelly A. Gomes, serva da missão Frei Paulo